Busca

domingo, outubro 30, 2011

Alguns eventos de radiologia que ocorrerão nos próximos meses

Vou postar aqui informações básicas de alguns dos próximos eventos de radiologia, que ocorrerão nacionalmente e internacionalmente. Para ficar por dentro de todos os eventos, você pode, sempre que vir ao Blog, clicar no marcador "congressos/feiras/simpósios" que fica do lado direito da página onde se lê "Pesquise os assuntos por tema". Assim fica mais fácil de você acompanhar datas e eventos que disponibilizo aqui. No Orkut ou Facebook, nas minhas fotos, coloco também os banners e imagens de folders dos eventos na pasta "Próximos eventos radiológicos" cronologicamente, para que você fique inteirado desse eventos.


NOVEMBRO


Evento: SIMPÓSIO CONTRIBUIÇÕES ATUAIS DA MEDICINA NUCLEAR NO MANEJO DO PACIENTE ONCOLÓGICO
Data: 03/11/2011
Local: Brasília-DF
Informações: (61) 3326.2066 athenapromo@grupoathena.com.br

Evento: II SIMPÓSIO DE RADIOLOGIA: MEDICINA NUCLEAR E SUAS PERSPECTIVAS
Data: 04/11/2011
Local: Recife-PE
Informações: datrifpe@gmail.com






Evento: II CONGRESO INTERNACIONAL Y V NACIONAL DE TECNÓLOGOS EN IMÁGENES DIAGNOSTICAS
Data: 05/11 a 07/11/2011
Local: Bogotá-Colômbia
Informações: www.areandina.edu.co, radiologia@areandina.edu.co






Evento: PALESTRA “USE OF RAI IN DTC AN UPDATE DISCUSSION OF CLINICAL CASES" COM MARTIN SCHLUMBERGER
Data: 07/11/2011
Local: São Paulo-SP
Informações: http://www.sbbmn.org.br







Evento: SEMANA DA RADIOLOGIA DO HOSPITAL EDUARDO RABELLO
Data: 07/11 a 12/11/2011
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: (21) 2333-6739 / (21) 2333-6727

Evento: II SEMANA DA RADIOLOGIA UNISANTANA
Data: 07/11 a 11/11/2011
Local: São Paulo-SP
Informações: www.reflexocomunicacao.com, semanadadaradiologia@gmail.com, http://www.unisantanna.br/

Evento: 2ª EDIÇÃO DO SIMPÓSIO CURSO DE RADIOLOGIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE BRAZ CUBAS
Data: 08/11 e 09/11/2011
Local: Mogi das Cruzes-SP
Informações: http://www2.brazcubas.br/

Evento: JORNADA DE RADIOLOGIA DO HSVP
Data: 08/11/2011
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: (21)2563-2147 comunicacao@hsvp.org.br







Evento: XXIX CONGRESO ARGENTINO DE LICENCIADOS Y TÉCNICOS RADIÓLOGOS
Data: 09/11 a 11/11/2011
Local: Rosario-Argentina




Evento: VIII ENCONTRO DE RADIOLOGIA DO GRUPO CHERNICHARO
Data: 12/11/2011
Local: Alto Teresópolis-RJ
Informações: (21) 3432-4073 / (21) 2443-8209 Unidade Taquara / (21) 3271-4114 Unidade Méier / (21) 2412-1008 Unidade Campo Grande / (21) 2643-5072 Unidade Teresópolis, http://www.grupochernicharo.com.br/

Evento: I SIMPÓSIO DE RADIOLOGIA DO INSTITUTO RADIÔNICA DE ENSINO EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO TÉCNICO EM RADIOLOGIA
Data: 12/11/2011
Local: Iguaba Grande-RJ
Informações: (22) 2624-2611 / (22) 2624-2702

Evento: IX SIMPÓSIO DE TECNOLOGIAS EM TC E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DO RJ
Data: 12/11/2011
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: (21) 2262-2001 eventos@cenib.com.br, www.cenib.com.br


Evento: SIMPÓSIO PARAIBANO DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
Data: 16/11 e 17/11/2011
Local: João Pessoa-PB






Evento: V SIMPÓSIO DE ULTRASSONOGRAFIA E RADIOLOGIA
Data: 18/11 a 19/11/2011
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: (21) 2286-8877 / (21) 2521-6905, http://www.trasso.com.br/evento_home.php?id=98

Evento: III JORNADA BROONELL DE RADIOLOGIA
Data: 27/11/2011
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: (21) 2697-2501 broonell@yahoo.com.br, http://www.broonell.com/, http://broonell.blogspot.com/





DEZEMBRO



Evento: III SEMINÁRIO SUL CAPIXABA SOBRE TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
Data: 04/12/2011
Local: Cachoeiro do Itapemirim-ES
Informações: (28) 9885-5991 / (22) 9938-7088 / (21) 9505-1156, http://protec-x.blogspot.com/, protec-x@hotmail.com



Evento: JORNADA CARIOCA DE RADIOLOGIA
Data: 16/12 e 17/12/2011
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: clubetecnologicodaimagem@hotmail.com, http://www.ctimagem.com/

2012


MARÇO



Evento: I JORNADA RADIOLÓGICA DO HUPE-UERJ
Data: 10/03/2012
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: (21) 2868-8112 cterrj@gmail.com, http://www.hupe.uerj.br/

Evento: 1ª JORNADA NORTE E NOROESTE FLUMINENSE DE RADIOLOGIA
Data: 11/03/2012
Local: Campos dos Coytacazes-RJ
Informações: (28) 9885-5991 / (22) 9938-7088 / (21) 9505-1156, http://protec-x.blogspot.com/, protec-x@hotmail.com


ABRIL



Evento: SIMPOSIO INTERNACIONAL SOBRE PROTECCION RADIOLOGICA
Data: 02/04 a 04/04/2012
Local: Cusco-Perú
Informações: www.sprperu.org/simposio








MAIO



Evento: 42ª JORNADA PAULISTA DE RADIOLOGIA – JPR’2012 E 27º CONGRESSO INTERNACIONAL DE RADIOLOGIA – ICR'2012
Data: 03/05 a 06/05/2012
Local: São Paulo-SP
Informações: (11) 3284–3988, radiol@spr.org.br, http://www.spr.org.br/







JUNHO



Evento: 17TH INTERNATIONAL WORKSHOP IN ELECTROMAGNETIC NONDESTRUCTIVE EVALUATION – ENDE 2012
Data: 17/06 a 20/06/2012
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: ende2012@metalmat.ufrj.br, http://ende2012.metalmat.ufrj.br/, http://www.abendi.org.br/






JULHO


Evento: 1ª JORNADA RADIOLÓGICA DO LITORAL CAPIXABA
Data: 07/07 a 08/07/2012
Local: Guarapari-ES
Informações: (28) 9885-5991 / (22) 9938-7088 / (21) 9505-1156, http://protec-x.blogspot.com/, protec-x@hotmail.com


OUTUBRO



Evento: II JORNADA ITAPERUNENSE DE RADIOLOGIA
Data: 14/10/2012
Local: Itaperuna-RJ
Informações: (28) 9885-5991 / (22) 9938-7088 / (21) 9505-1156, http://protec-x.blogspot.com/, protec-x@hotmail.com


DEZEMBRO



Evento: IV SEMINÁRIO SUL CAPIXABA SOBRE TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
Data: 09/12/2012
Local: Cachoeiro do Itapemirim-ES
Informações: (28) 9885-5991 / (22) 9938-7088 / (21) 9505-1156, http://protec-x.blogspot.com/, protec-x@hotmail.com


2013

 

ABRIL


Evento: IX CONGRESO REGIONAL DE SEGURIDAD RADIOLOGICA Y NUCLEAR – IRPA
III CONGRESSO BRASILEIRO DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA
Data: 15/04 a 19/04/2013
Local: Rio de Janeiro-RJ
Informações: http://www.sbpr.org.br/

sábado, outubro 29, 2011

8 de Novembro Radioativo - O filme





Quem trabalha na saúde pública conhece bem os absurdos que ocorrem nos hospitais brasileiros. Muitas ilegalidades são cometidas sob os olhos desatentos dos governos e da sociedade e quem arca com o custo da desorganização é a população de menor poder aquisitivo, que morre nas filas dos hospitais sem atendimento.

De acordo com a presidente do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER), Valdelice Teodoro, nos últimos anos, aumentou consideravelmente o número de empresários com o objetivo de lucrar nas brechas que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece e os efeitos dessa prática são devastadores e impedem todo avanço.


Existe uma distância tão grande entre o que o Sistema Único de Saúde (SUS) é no papel e na realidade, que fica difícil imaginar uma solução que resolva a tempo os problemas da sociedade. Revoltados com a realidade, os dirigentes da classe dos técnicos e tecnólogos em Radiologia decidiram levar tudo o que sabem ao conhecimento da população neste vídeo, com o objetivo de sensibilizar os brasileiros em relação às questões mais elementares.


A reportagem-documentário
“8 DE NOVEMBRO RADIOATIVO” conta o que se passa na saúde pública, mais especificamente nos serviços de radiologia do Brasil. É uma mostra do que acontece na vida das pessoas quando o sistema está a serviço dos cartéis de enriquecimento ilícito, formado por farmácias, clínicas e hospitais dirigidos por gente corrupta e inescrupulosa.

“É triste ver o que acontece quando a saúde pública é transformada em produto de mercado. Essa é uma área da ciência que coloca o ser humano em primeiro lugar mas, hoje em dia, muitas clínicas agem em conluio com hospitais com objetivo de lucrar inescrupulosamente”, afirma a presidenta Valdelice Teodoro.


Com o filme, além de deflagrar os principais esquemas de corrupção e tráfico de influência que acontecem na saúde, pretende-se popularizar o dia da profissão. Todos os brasileiros devem saber que sem os técnicos e tecnólogos em Radiologia, não existe saúde pública.


O vídeo é dirigido pelo jornalista Laércio Tomaz e pelo designer Guina Vieira e editado por Davi Lima e Nelson Gerene. “O filme não tem o objetivo de ser verdade última, apenas cumpre a função de levantar uma discussão necessária. Esperamos contribuir com o debate e, sinceramente, fazer alguma diferença no sentido de resolver os problemas mais elementares”, conclui Tomaz. 
 
Vale lembrar que é uma obra independente, sem dinheiro para publicidade. Portanto, se assistirem e gostarem, ajudem a divulgar, para que mais brasileiros tomem nota. 




Fonte: Observador Político, Radiologia RJ (com adaptações).

sexta-feira, outubro 28, 2011

Avante, profissionais das Técnicas Radiológicas!

Nós,  profissionais das técnicas radiológicas, Técnicos e Tecnólogos em Radiologia, estamos vivendo um momento decisivo para o futuro da nossa carreira. Por meio das redes sociais, estamos expondo as questões sobre Radiologia X Biomedicina e levando adiante a bandeira de que NÓS somos capacitados para a prática do radiodiagnóstico e NÓS é quem devemos realizar essa prática, não por querermos exclusividade e sim porque fomos formados para isso.

Assista este vídeo:



Assine o abaixo-assinado à favor dos profissionais das técnicas radiológicas praticando o radiodiagnóstico, e não biomédicos.


http://www.peticaopublica.com.br/?pi=MPTECRAD


Vamos salvar a nossa categoria!

Uni-vos!

 

segunda-feira, outubro 24, 2011

Material com selo de radioatividade faz bombeiro fechar rua em Brasília




O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil fecharam por quase três horas o acesso a uma quadra da área econômica do setor Sudoeste, em Brasília, após um morador encontrar uma embalagem com um selo da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN)  jogada no lixo. A área foi isolada por orientação da CNEN até a chegada de um técnico do órgão no local.

A embalagem descreve o produto como sendo iodeto de sódio 131. Segundo informações na página da CNEN, o iodeto de sódio é um produto radioativo usado na medicina no diagnóstico de doenças da glândula tireoide. Por ter uma validade média de oito dias, o produto tem sido substituído em exames pelo iodo 123 ultrapuro, cuja radioatividade dura 13,2 horas.

O técnico da CNEN Adriano de Souza afirmou que a embalagem encontrada estava vazia e com prazo de validade vencido – o selo era de 2008. Apesar disso, Souza disse que se houvesse iodeto e a substância estivesse dentro da validade, o produto poderia provocar queimaduras e até câncer em quem o manuseasse.

A embalagem foi recolhida e levada para perícia. Segundo o técnico da CNEN, é possível rastrear a origem do produto a partir do selo. "Vamos fazer isso o mais rapidamente possível", afirmou.
 
Lembrança do césio 137
 
Segundo o major dos Bombeiros Hélio Guimarães Pereira, a notificação sobre o descarte da embalagem foi feita por um morador nesta manhã. Na tarde do dia anterior, o porteiro Francisco Aquino, que trabalha na quadra, chegou a manusear a embalagem. Um exame feito no porteiro com um contador Geiger descartou a contaminação.

O porteiro Fransico Aquino disse ter ficado aliviado com o resutado. "As pessoas ficaram falando do césio de Goiânia", disse.

O selo da CNEN levantou o medo de que a radiação do produto pudesse causar danos à saúde, como no caso da cápsula de césio 137 encontrada por catadores de lixo em Goiânia, em 1987, e que se transformou no maior acidente nuclear radioativo brasileiro.

A moradora Millene Francine, que já trabalhou com descarte de produtos tóxicos, disse que buscou informações sobre o produto encontrado tão logo ele foi identificado. “Procurei logo me informar que tipo de produto era para ver se era perigoso”, disse.

A advogada Jussara Costa Melo, que mora na quadra que foi interditada, disse ter ficado menos preocupada quando viu a rapidez dos bombeiros em isolar a área. Ela chegou a ser impedida pelos bombeiros de caminhar quando desceu de seu prédio para se exercitar.
 
O acidente com o Césio 137 ocorreu em 1987. O material radioativo estava em um equipamento médico abandonado em um hospital desativado da cidade. Depois de retirado da máquina, o césio 137 foi vendido para o dono de um ferro-velho. Várias pessoas que tiveram contato com o produto morreram.

Os donos do instituto de radiologia onde estava o equipamento foram condenados por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). O material contaminado – mais de 1,6 mil toneladas de entulhos, terra e roupas – foi transferido para um depósito especial em Abadia de Goiás.


Fonte: G1

sexta-feira, outubro 21, 2011

Edital do CONTER E CRTR's 01/2011 sairá em breve

O CONTER e CRTR's lançam nos próximos dias edital de concurso público para preenchimento de vagas efetivas e formação de cadastro de reserva em seu quadro de pessoal CONTER/CRTR's, para as cidades de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Recife, Salvador e Vitória.
 
Cargos BELÉM/PA
Escolaridade: Médio
Vagas: 2
Salários: R$ 1.489,60 + Benefícios
 
Cargos BELO HORIZONTE/MG
Escolaridade: Médio
Vagas: 2
Salários: R$ 1.100,00 a R$ 1.500,00 + Benefícios
 
Cargos BRASÍLIA/DF
Escolaridade: Fundamental, Médio e Superior
Vagas: 24
Salários: R$ 641,23 a R$ 2.815,66 + Benefícios
 
Cargos CAMPO GRANDE/MS
Escolaridade: Médio
Vagas: 8
Salários: R$ 960,23 + Benefícios
 
Cargos FLORIANÓPOLIS/SC
Escolaridade: Fundamental e Médio
Vagas: 5
Salários: R$ 650,00 a R$ 1.526,00 + Benefícios
 
Cargos FORTALEZA/CE
Escolaridade: Médio
Vagas: 1
Salários: R$ 1.090,00 + Benefícios
 
Cargos MANAUS/AM
Escolaridade: Fundamental e Médio
Vagas: 11
Salários: R$ 600,00 a 1.100,00 + Benefícios
 
Cargos RECIFE/PE
Escolaridade: Médio
Vagas: 5
Salários: R$ 794,17 + Benefícios
 
Cargos SALVADOR/BA
Escolaridade: Médio
Vagas: 1
Salários: R$ 1.450,00 + Benefícios
 
Cargos VITÓRIA/ES
Escolaridade: Médio
Vagas: 4
Salários: R$ 1.000,00 a R$ 1.090,00 + Benefícios
 
 
Fonte: Quadrix

Sobram vagas para mamografia na rede municipal

O medo ainda é um dos motivos que fazem a procura ser menor que a oferta


O medo da dor durante a mamografia e o medo do seu resultado estão entre as principais justificativas para muitas curitibanas de 50 anos ou mais evitarem o exame por imagem que identifica o câncer de mama em seu estágio inicial, tratável e com maiores chances de cura. Elas chegam a marcar data e hora para a mamografia, que deve ser feita a cada dois anos, mas não comparecem.

Consequência desse comportamento: sobram vagas para a realização do exame, que é gratuito, na rede pública de saúde. “Sobram, mas não deveria”, diz a médica ginecologista Rosilei Antonievicz, Coordenadora do Programa Mulher Curitibana, da Secretaria Municipal da Saúde, que cuida das ações de prevenção do câncer feminino.

O Mulher Curitibana, criado em 2009, difunde informações sobre o assunto e incentiva as usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) a fazerem consultas médicas anuais. Pelos dados oficiais, das quase 220 mil moradoras da cidade com 50 anos ou mais, perto de 150 mil têm nas Unidades de Saúde a porta de entrada para esse atendimento.

Cada uma delas, no mês do seu aniversário, recebe a equipe da unidade de saúde mais próxima de casa, com data e horário agendados para iniciar uma avaliação completa de saúde. Na primeira visita são levantadas informações gerais das pacientes para cadastro. Quem ainda não tiver feito o preventivo de câncer de colo uterino colhe amostra para exame e sai da unidade com o requerimento para realizar também a mamografia.

Quando os laudos ficam prontos, elas são informadas sobre os resultados e recebem orientação - que vão de prescrições mais simples a futuras consultas com especialistas, em casos de exames alterados. Dieta, atividades físicas e abandono do fumo - mudanças de hábitos que podem melhorar substancialmente o estado de saúde e a qualidade de vida das pacientes – são recomendações freqüentes.

Todos os dados são anotados na Caderneta de Saúde da Mulher Curitibana – documento que traz resultados de exames, vacinas aplicadas, medicamentos usados, problemas de saúde, metas pessoais e até fotografias. Esse resumo da evolução do estado de saúde de cada mulher faz da caderneta fonte de informações precisas para qualquer profissional de saúde que, no futuro, venha a acompanhá-la.

A Caderneta de Saúde traz também dicas para uma vida equilibrada. Entre elas, informações sobre alimentação saudável, atividades físicas, sexualidade saudável, saúde bucal e mental, males do tabagismo e prevenção da osteoporose.

Prevenção

Quem tem 50 anos ou mais nem precisa de pedido do médico especialista, um mastologista, para fazer a radiografia. As equipes de Enfermagem das 110 Unidades de Saúde da cidade podem solicitar o exame, que mostra se na mama há formações sugestivas de anomalias, mais freqüentes entre as mulheres mais velhas. É na faixa etária acima dos 50 anos que ocorrem a grande maioria dos casos de câncer de mama.

Com os avanços da ciência, o eventual diagnóstico de câncer de mama não é sinônimo de “atestado de óbito” ou “mutilação”. "Desde que a descoberta do câncer seja precoce (quando o nódulo tem menos de 2 centímetros) a cirurgia é feita para retirar o tumor, sem precisar fazer a retirada completa da mama, a chamada mastectomia," afirma Rosilei. "E mesmo que essa intervenção seja necessária, há o recurso da plástica para reconstrução da mama, com enxerto de tecido do quadril ou do abdômen".

Em sua experiência como ginecologista, a médica reuniu diversas histórias e exemplos de como não há nada melhor e mais eficaz que a prevenção para se evitar o câncer de mama, que está no centro das preocupações de especialistas em Saúde Pública como ela.

Justamente por ser o tipo mais frequente e a primeira causa de óbito entre as mulheres de todas as classes sociais. Essas estatísticas são recheadas de casos de diagnóstico tardio, quando as chances de cura são menores. Foi assim com a mãe de Rosilei. Ela deixou de fazer a mamografia por quatro anos e não descobriu o tumor a tempo de curá-lo.

Lei federal garante que a mulher tem direito à mamografia na rede pública de Saúde a partir dos 40 anos. Com indicação médica – casos de histórico familiar de parentes de primeiro grau ou alteração do exame clínico – o acesso à mamografia diagnóstica é para qualquer idade. A mulher não enfrenta filas, nem tem demora no atendimento na rede pública em Curitiba.

Porém, é no grupo de mulheres acima dos 50 anos que, indicam os estudos científicos mundiais, o exame mostra os melhores resultados como instrumento de diagnóstico. “Antes dessa idade, como a mama é muito densa, a imagem da mamografia é muito branca. Isso cria dificuldades no diagnóstico, confunde e gera um stress grande por levar, muitas vezes, a uma biópsia desnecessária”, diz a médica.

Equívocos

Na pesquisa realizada entre o público-alvo de suas ações, as mulheres acima dos 50 anos, a Secretaria Municipal de Saúde descobriu que os argumentos desse grupo para não fazer o exame são, em sua maioria, frágeis e equivocados. Ainda que o conjunto dos resultados mostrasse que as informações sobre consultas e exames chegam e circulam naquela faixa etária.

“Há diversos argumentos das mulheres como “estou velha, não preciso mais”, e desculpas que fazem a gente pensar em descuido. Tem aquelas que chegam a marcar, mas não comparecem no dia marcado para o exame. É triste. Nada justifica esse comportamento com a própria saúde”, diz Rosilei.

A primeira resposta da razão por não ter feito a mamografia nos últimos anos, dada por 50% das entrevistadas, é “eu não tenho nada, estou livre”. A certeza desse grupo está baseada no fato do auto-exame não identificar um nódulo pelo tato ou visualmente, ou da mulher não sentir dor na mama.

Rosilei recomenda cautela. A técnica do auto-exame não é capaz de identificar nódulos com menos de 2 centímetros, que não são perceptíveis na palpação da mama, e as células atípicas também não produzem qualquer sintoma. Daí a recomendação para que a mamografia seja feita como rotina de dois em dois anos.

“Não faço o exame porque não tenho tempo” foi o argumento mais usado em segundo lugar. Segue-se a confissão do “medo da dor e do diagnóstico”. Rosilei insiste que esse mito não tem razão de ser. “As mulheres se submetem a outros procedimentos como, por exemplo, o de depilação que fazem mensalmente e que é mais dolorida do que a mamografia, que deve ser feita a cada dois anos. O desconforto da mamografia é rápido e absolutamente suportável”. A médica usa essas informações para enfatizar que “o benefício da descoberta precoce do câncer de mama compensa qualquer desconforto”.

Para algumas das mulheres ouvidas, o motivo para não fazer a mamografia  era o fim próximo do casamento; para outras, a idade – “estou velha, não preciso mais” ou “estou sem parceiro, não tenho mais relações sexuais”. Teve até quem dissesse que o problema era o marido – “ele não deixa”.

Outubro Rosa

Também para vencer essas resistências e fazer um chamado geral à prevenção, Curitiba se veste de rosa em outubro. Essa cor identifica o compromisso da administração em promover, apoiar e se integrar aos esforços pela identificação precoce do câncer de mama.

Aproveitando o início da primavera, a renovação das espécies dos canteiros de parques e jardins da cidade será feita à base de flores cor de rosa, pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. A iniciativa do Outubro Rosa é da ong Instituto Humanista de Desenvolvimento Social, Humsol, com o apoio da Prefeitura de Curitiba.


Fonte: Bem Paraná

terça-feira, outubro 18, 2011

Biomédicos querem tomar o lugar dos Tecnólogos em Radiologia

Absurdos que só acreditamos quando lemos ou "vemos"

Como dizem, daqui a pouco não poderemos nem fazer um simples Raio-X. 

Enquanto a regulamentação da nossa profissão não sai, ficamos a mercê de profissionais que querem o direito sobre a prática da Radioterapia e a Imaginologia, com exclusividade, devo frizar. 

Já não basta a invasão da biomedicina nas práticas radiológicas que acontece cotidianamente e irregularmente, agora querem oficializar essa verdadeira bagunça.





Obs: O blog acima foi retirado do ar, aqui vai um link do Sinbiesp:


http://www.sinbiesp-biomedicina.com.br/noticias_det.php?CodNews=221

segunda-feira, outubro 17, 2011

Veja como foi o Outubro Rosa em Teresina

A Fundação Maria Carvalho Santos realizou no dia 1º, na Praça da Bandeira, a 8ª edição do Outubro Rosa. O diferencial de 2011 foi a localização do evento, que se tornou mais acessível para a população.
 
"A Praça da Bandeira é um local de fácil acesso e para comemorar essa conquista da adesão da prefeitura, conseguimos ainda 800 exames que serão ofertados para as mulheres de forma totalmente grátis", informa o Dr. Maurício Paes Landim, presidente da Fundação.
 


















Para tal, foram montados oito estandes, cada um com dois profissionais para atender as mulheres. Na praça estão sendo feitos exames físicos nas mamas das pacientes. Caso o médico ache necessário, a paciente ganha o encaminhamento para realizar a mamografia. "O Outubro Rosa é um movimento mundial que ficou marcado pela iluminação de pontos importantes para as cidades em referência ao combate ao Câncer de Mama. Teresina se destaca por ser a única cidade brasileira a ofertar esses serviços médicos", explica o Dr. Maurício.
 
Novamente a Igreja São Benedito foi escolhida para simbolizar a luta do combate ao Câncer no Piauí. Autoridades como o prefeito Elmano Férrer (PTB) foram conferir de perto a execução do projeto. "Esse movimento representa a solidariedade e a força do teresinense. Nós temos um poder fraterno e voluntário que impressiona. A prefeitura não poderia ficar de fora e espero que as mulheres possam aderir a esse movimento", disse Elmano Férrer.
 

 



















Durante o evento, estão sendo distribuídas mudas de plantas típicas adaptadas ao clima de Teresina e lanche para as pacientes.
 
Homenagem
 
A Fundação Maria Carvalho Santos escolheu uma forma criativa de incentivar as mulheres a combater o Câncer de Mama. A Praça da Bandeira ganhou um palco para a distribuição do Troféu Fátima Castelo Branco, também chamado de Troféu das Poderosas. "Esse troféu está sendo entregue para as mulheres que já conseguiram curar o Câncer de Mama. Eu estou há nove anos curada. Nem lembro mais que tive aquilo. Hoje sou uma nova mulher, sou uma poderosa", disse a aposentada Socorro Coutinho.


Fonte: Cidade Verde.com

sexta-feira, outubro 14, 2011

Porto Alegre sediará X Jornada Sul de Radiologia e XXII Jornada Gaúcha de Radiologia

As Associações de Radiologia do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná sobre a chancela do Colégio Brasileiro de Radiologia comunicam a realização da X Jornada Sul de Radiologia e da XXII Jornada Gaúcha de Radiologia, que serão realizadas em Porto Alegre/RS, no Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, nos dias 13 e 14 de julho de 2012.

Porto Alegre é a mais meridional capital brasileira, desenvolvida sem ser sufocante. Globalizada sem perder o regionalismo. A cidade teve recente destaque pela ONU, como a Metrópole número 1 em “Qualidade de Vida”. Ela continua hospitaleira, aconchegante, amiga e divertida e com os mais fantásticos pores do sol do sul do continente.

O Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, de fácil acesso, localizado no centro da cidade oferece uma completa  estrutura de salas e salões aliada à tradição em  serviços de qualidade hoteleira da Rede Plaza Hotéis.

Como nas edições anteriores, procuraremos manter um alto cunho científico com apresentações e discussões criteriosas e independentes relativas aos aspectos de manejo de nossos pacientes, abrangendo todos os métodos de Diagnóstico por Imagem. O nosso objetivo é com o passar do tempo, qualificar e tornar o evento num foco reconhecido de discussão científica de alto nível no Cone Sul.

Os temas do evento estarão relacionados às seguintes áreas: Radiologia Geral; Mamografia; Ultra-sonografia; Tomografia Computadorizada; Ressonância Magnética; Medicina Nuclear e PET CT; Gestão em Radiologia

 
Fonte: Associação Gaúcha de Radiologia

quarta-feira, outubro 12, 2011

Mamografia Express receberá doações via ligações telefônicas

Programa gratuito de prevenção do câncer de mama atende mulheres em vários municípios do Brasil
 
O programa Mamografia Express, realizado em vários municípios brasileiros, que atende mulheres para a prevenção do câncer de mama, gratuitamente, durante todo o mês de outubro poderá receber ajuda de todos os brasileiros.
 
 

Isso será possível graças a obtenção de 3 linhas telefônicas 0500 para doações de R$ 7, R$ 15 e R$ 30. “A dinâmica é semelhante aos já conhecidos programas com doações via telefone”, explica Ruy Franklin, presidente do IGES - Instituto de Gestão Social do Terceiro Setor, que promove o Mamografia Express.
 
O Mamografia Express é um programa de cunho social que busca o combate ao câncer de mama pela via mais efetiva: a prevenção. Para tanto, dispõe de uma unidade móvel preparada com todo o equipamento necessário para realizar a mamografia em localidades que carecem de assistência. 
 
Essa unidade é levada a bairros e locais de difícil acesso ou de acesso restrito, visando atender mulheres que em muitos casos, são impossibilitadas de fazer o exame de prevenção, muitas vezes devido a sua condição financeira ou por sofrer na própria pele o descaso, que toda a sociedade enfrenta na saúde publica.
 
Atualmente o câncer de mama é uma das doenças mais temidas entre as mulheres devido a seu alto índice de mortalidade e morbidade. O Programa Mamografia Express quer mudar esse quadro e, para isso, conta com a ajuda de doadores e também busca patrocinadores.
 
O nosso objetivo é ampliar o programa de prevenção nacional adquirindo 10 novas unidades totalmente equipadas vindo a realizar exames por vários estados do Brasil.
 
Durante todo o mês de outubro, em vários países, são realizadas campanhas de combate ao câncer de mama. A iniciativa inédita do Mamografia Express espera receber donativos para dar continuidade ao trabalho, que já realizou 1.082 exames gratuitos para comunidades carentes. “Nossa capacidade de trabalho é 13.250 exames ano, mas para isso precisamos de recursos”, destaca Franklin.
 
Mais informações sobre o programa:
 
www.mamografiaexpress.org.br
 
Doações durante o mês de outubro:
 
0500-443-7007 – R$ 7,00
0500-443-7015 – R$ 15,00
0500-443-7030 – R$ 30,00
 
Fonte: Segs 

terça-feira, outubro 11, 2011

Outubro Rosa 2011

 Técnicos de saúde esperam incentivar a realização do exame de mamografia

Em Alagoas, outubro não é só o mês das crianças. É mês de prevenção contra o câncer de mama. Para sensibilizar as mulheres sobre exames que detectam a doença ainda no estágio inicial, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) lançou a campanha Outubro Rosa. E ‘iluminou’ prédios da capital alagoana de rosa. O prédio do Tribunal de Contas, na Avenida Fernandes Lima, foi um dos pontos escolhidos.

Com esta iniciativa, técnicos do Programa de Saúde da Mulher esperam incentivar a realização do exame de mamografia. Isso porque, além do autoexame, ele é imprescindível para detectar o câncer de mama, que em Alagoas mata um terço das pessoas acometidas pela doença, segundo o Núcleo de Combate ao Câncer (NCC).

De acordo com a técnica do Programa de Saúde da Mulher da Sesau, Rita Webster, o câncer de mama é um dos que mais registra casos no Estado e, de acordo com o DataSUS, 120 pessoas morreram vítimas da doença em 2009 morreram, sendo 118 mulheres e dois homens.

“O objetivo da mobilização é conscientizar as pessoas sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Quanto mais cedo o diagnóstico, maior a chance de cura”, ressaltou a técnica da Sesau, Rita Webster, acrescentando que a mamografia é o único exame capaz de rastrear e diagnosticar o câncer de mama.

Recomendado
Ainda de acordo com Rita Webster, a mamografia é recomendada para mulheres que estão dos 50 a 69 anos, onde existe o maior índice de câncer mamário. Em relação aos homens, não há uma idade com maior probabilidade de desenvolver a doença, por isso, todos devem ficar em alerta e realizar o autoexame.

Para realizar o exame, as mulheres devem solicitá-lo na Atenção Básica, já que existe um programa do Sistema Único de Saúde (SUS) especificamente com esta finalidade. E para monitorar a incidência da doença em todo o Brasil, o Ministério da Saúde (MS) criou Sistema de Informação do Controle do Câncer de Mama (SISMAMA), que permite o rastreamento e avaliação rápida dos dados de câncer de mama.

História do evento

Outubro é o mês mundial de combate ao câncer de mama e foi instituído em 1990 em Nova York, pela ONG americana Suzan G. Komen For The Cure. Na oportunidade foram distribuídas fitas rosa como forma de conscientizar sobre combate ao Câncer de mama. Outra forma adotada para sensibilizar a sociedade, foi a iluminação de prédios públicos, empresas, pontes e teatros.

No Brasil a primeira iniciativa foi em 2002, quando iluminaram de rosa o monumento Mausoléu do soldado Constitucionalista (obelisco do Ibirapuera), em São Paulo. Desde lá vários estados vem iluminando seus monumentos, prédios, teatros e igreja, de cor de rosa, e realizando atividades voltadas a conscientizar contra o câncer de mama.

Veja nas fotos a seguir:
Outubro Rosa pelo Brasil







Outubro Rosa pelo mundo

Costa Rica

Coréia do Sul

México

Espanha

EUA

Egito

Espanha

Espanha

Fonte: Gazeta web e Mamografia Express